martes, 7 de septiembre de 2010

Na dura labuta de todos os dias...

Na dura labuta de todos os dias
Não deve ninguém que se preze
Descuidar dos prazeres da alma.

Oswald de Andrade.

Por isso retorno... Saudades das palavras.

1 comentario:

  1. Muito bom esse texto, parabéns e tudo de bom pra você, linda semana.

    ResponderEliminar